Caderneta de poupança e conta poupança: entenda a diferença

Você sabe qual é a diferença entre a caderneta de poupança e a conta poupança? Entenda agora mesmo!

Entre as contas bancárias mais comercializadas está a conta poupança, que chama a atenção dos clientes por não ter tarifa de manutenção e de abertura, ao mesmo tempo em que garante ao titular da conta um rendimento sobre o saldo total da conta.

Já no universo dos investimentos, o termo “caderneta de poupança” é usado para determinar o investimento na poupança, que tem um rendimento muito mais baixo do que as demais aplicações existentes, apesar da segurança e liquidez diária.

É possível abrir uma conta poupança e investir numa caderneta de poupança. Entenda agora a diferença entre esses dois termos e saiba em qual situação cada um deles é indicado.

Qual a diferença entre caderneta de poupança e conta poupança?

Na prática, não há diferença entre os dois termos, mas sim, no público que os utiliza.

A conta poupança é uma conta bancária que pode ser usada tanto para realmente separar e poupar dinheiro, quanto como uma conta corrente.

De acordo com as regras do Banco Central, os bancos não podem cobrar taxas de manutenção e nem de abertura de conta poupança, enquanto o titular da conta tem direito, por mês, a dois saques em caixas ou terminais de autoatendimento, duas transferências para contas da mesma titularidade e dois extratos dos últimos 30 dias sem pagar por isso. Os demais serviços são pagos.

Desta forma, a conta poupança se torna atrativa para quem quer manter o dinheiro em algum tipo de conta bancária, pois isenta o titular de tarifas e ainda permite que ele faça movimentações, ao mesmo tempo em que ele vê o seu dinheiro render um pouco a cada mês.

Já o termo “caderneta de poupança” é mais explorado no mundo dos investimentos. Uma vez que o saldo da poupança garante um rendimento, é possível classificá-la como um tipo de aplicação. Quem investe na caderneta de poupança guarda o seu investimento na conta poupança e pode fazer o resgate quando quiser.

A caderneta de poupança é um dos tipos de investimento mais seguros e também mais utilizados pelo brasileiro. A sua liquidez é diária, o que permite que o investidor e titular da conta faça resgates e saques sempre que quiser e sem perder dinheiro. A aplicação conta também com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que garante a restituição de até R$ 250 mil por CPF caso a instituição onde o dinheiro está aplicado quebre.

Porém, embora segura e muito prática, a caderneta de poupança está bem longe de ser o melhor investimento. Isso acontece porque o seu rendimento é muito baixo, inferior aos de outros tipos de aplicação. Assim, ela deixa de ser atraente para quem tem o objetivo de investir e ter bons resultados.

Quando abrir uma poupança?

Quem quer uma poupança para usar como conta corrente, receber depósitos e fazer movimentações, a conta pode ser uma boa escolha. No entanto, é necessário se lembrar de que, apesar dela não ter uma taxa de manutenção, ela tem um limite de transações mensais, o que faz com que, caso o titular da conta exceda esse limite, ele tenha que pagar por cada transação.

Já quem busca a caderneta de poupança para ter lucro sobre um investimento, ela não é a melhor opção. Outros investimentos contam com a mesma segurança e praticidade, e oferecem um rendimento superior, como é o caso de títulos do Tesouro Direto, Certificados de Depósitos Bancários (CDBs), entre outros. Confira aqui outros investimentos para sair da poupança e ver o seu dinheiro render mais.

Veja também!



Solicite seu empréstimo

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL