O passo a passo para criar uma loja no Mercado Livre e turbinar as vendas

Você pode criar uma loja no Mercado Livre fazendo um perfil, escolhendo um plano, montando o seu catálogo e adicionando os produtos. Confira o passo a passo!

É possível criar uma loja no Mercado Livre em apenas 4 passos, usando o MercadoShops. Com essa plataforma, você gasta um valor mensal e monta uma loja na internet com o sistema de pagamento do Mercado Pago, que costuma ser seguro. Se você gostou da ideia, descubra o passo a passo para montar a sua loja e veja os valores e os planos que você pode comprar.

4 passos para criar uma loja no Mercado Livre com o MercadoShops

1. Faça um perfil de usuário

É necessário ter uma conta no Mercado Livre para criar a sua loja virtual. Então, se você não tem um perfil no site, cadastre-se nesse link. E saiba que dá para usar a sua conta do Facebook para fazer esse cadastro. Mas quem já tem o login e a senha do Mercado Livre pode começar a montar a loja diretamente na página de acesso do MercadoShops.

2. Escolha seu plano

O portal tem três tipos diferentes de plano pagos. Todos garantem, pelo menos, 50 anúncios e ferramentas básicas para você operar a sua loja e vender produtos online. Mas não deixe de pensar quais os serviços extras que você precisaria ter e veja se vale a pena pagar a mais por isso. Confira abaixo quais os planos e as condições oferecidas pela plataforma para a sua loja. Vale lembrar que todos os modelos pagos não serão cobrados nos primeiros trinta dias.

Plano EssencialPlano ProfissionalPlano Plus
PreçoR$ 89 por mêsR$ 99 por mêsR$ 149 por mês
AnúnciosAté 100 anúnciosAté 500 anúnciosAnúncios ilimitados
SuporteFeito por e-mail em até 72hFeito por e-mail em até 24hFeito por e-mail e chat em até 24h
VisualNão é possível personalizar100% personalizado100% personalizado
VendasVenda normal do Mercado LivrePode gerenciar seu estoquePode gerenciar seu estoque
CorreiosEntrega por contaCalculador de envios com contrato com o próprio correioCalculador de envios com contrato com o próprio correio
PagamentosMercado PagoPermite pagamentos personalizadosPermite pagamentos personalizados
GoogleNão tem esse serviçoIntegra ferramentas do Google para divulgaçãoIntegra ferramentas do Google para divulgação
SEONão tem esse serviçoFaz busca personalizada das palavras mais buscadas na sua lojaFaz busca personalizada das palavras mais buscadas na sua loja
PromoçõesNão tem esse serviçoFerramenta de promoções e cupons de descontoFerramenta de promoções e cupons de desconto
SiteVocê consegue definir sua própria URLVocê consegue definir sua própria URLVocê consegue definir sua própria URL
FacebookSincroniza sua loja com uma página no FacebookSincroniza sua loja com uma página no FacebookSincroniza sua loja com uma página no Facebook

Após decidir o plano que você vai contratar, é hora de montar a sua loja! Na página seguinte à escolha do serviço, você começa a inserir alguns itens para começar a vitrine. Procure dividir os seus produtos em categorias para facilitar a navegação do cliente. Você pode separá-los por modelo ou marca, por exemplo.

4. Adicione mais produtos

Outra função da ferramenta que deixa o processo bem mais prático é poder transferir produtos já anunciados na sua conta do Mercado Livre e colocá-los na página da loja. Para anunciar mais produtos, acesse o menu, clique em “Operações”  e em seguida em “Anúncios”. É nesse momento que você consegue adicionar novos produtos. Dependendo do plano que você possui, ainda dá para adicionar opções, como cor, tamanho, estampa, sabor.

Opinião de quem entende!

Ricardo Inaoka, dono da RacePoint, fez a sua loja no MercadoShops em março de 2014. “Quase 40% de todas as vendas que eu faço estão vindo pela loja do Mercado Livre”, revela o empreendedor. Ele adquiriu o pacote gratuito, extinto há cerca de dois anos, para não ter nenhum gasto com os anúncios e garante que essa foi a melhor opção que ele poderia ter feito. “Não queria ter nenhum custo, pois não tinha ideia de quanto seria o retorno”, conta. Outra vantagem, segundo ele, é ter os produtos vinculados a uma marca conhecida. “O site já tem uma visibilidade grande, então, as pessoas confiam mais sabendo que você está no Mercado Livre do que se eu decidisse anunciar por contra própria”, ressalta Ricardo, que recebe os pagamentos por meio do Mercado Pago.

Mas como em todo negócio, imprevistos acontecem, e Ricardo enfrentou alguns problemas, mas nenhum deles foi responsabilidade da ferramenta. “Já tive clientes que afirmaram não ter recebido o produto que, na verdade, tinha sido entregue, mas aí era uma dificuldade com o consumidor. Então, eu abri um chamado no portal e enviei os comprovantes da entrega para conseguir regularizar essa situação”, conta o empresário. Nesse momento, ele decidiu usar o suporte do site para entrar em contato com o cliente e, felizmente, resolveu a questão.

Gostou da ideia? Saiba mais sobre o aplicativo gratuito para divulgar o seu negócio.

Veja também!



Solicite seu empréstimo

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL