Empréstimo consignado para aposentado: como funciona

Conheça as regras do consignado para clientes aposentados e tire as principais dúvidas sobre esse tipo de empréstimo.

Quem é aposentado ou recebe algum benefício do INSS já deve ter recebido a ligação de bancos e financeiras oferecendo o empréstimo consignado. Esse crédito é muito divulgado pelas empresas por conta da garantia de pagamento ser maior, sabendo que as parcelas do empréstimo serão descontadas diretamente da folha de pagamento do benefício do aposentado.

Embora seja um empréstimo com cobranças de juros, o consignado tem uma taxa menor que os demais tipos de crédito, como o empréstimo pessoal e o cheque especial. Sendo assim, para cobrir possíveis dívidas, emergências e outras cobranças, o crédito consignado deve ser levado em conta.

Os aposentados devem ter cuidado redobrado para não aceitar um crédito consignado que acabe prejudicando a renda mensal e gere uma dívida que possa sujar o seu nome. Existem regras que os bancos precisam seguir, e os clientes também devem avaliar se valerá a pena comprometer parte do orçamento. Entenda mais abaixo!

Entenda as principais regras do consignado para aposentado

O aposentado que deseja pegar um empréstimo consignado deve saber quais são as regras de contratação e como funciona o pagamento das parcelas. Veja abaixo as principais dúvidas referentes à contratação do consignado:

1. Como funciona o pagamento das parcelas do crédito consignado?

Quando um beneficiário do INSS faz um empréstimo consignado nos bancos e financeiras, os descontos ocorrem de forma automática do salário do aposentado, por isso, não é necessário pagar as parcelas do empréstimo por boletos bancários ou carnês. No extrato de pagamento da aposentadoria ou de outros benefícios, virá o desconto correspondente à parcela do empréstimo feito pelo aposentado.

Fique atento! Alguns bancos só liberam o crédito consignado para aposentados que tenham o benefício permanente da aposentadoria. Além disso, a aprovação do empréstimo está sujeita à análise de crédito, portanto, o empréstimo pode não ser liberado pelo banco.

2. Quanto o empréstimo consignado pode comprometer da aposentadoria?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o quanto do salário pode ser comprometido pelo crédito consignado. Para determinar esse limite, as instituições bancárias precisam saber a margem consignável do cliente. Trata-se do valor mensal que as parcelas podem comprometer do salário do beneficiário, estabelecido em até 30% do pagamento total do mês. Veja abaixo um exemplo:

Um aposentado com salário de R$ 1.200 só poderá tomar um empréstimo consignado com parcelas de até R$ 360. Se porventura ele solicitar esse tipo de crédito no valor de R$ 7 mil na Caixa Econômica Federal, que possui taxa de 1,51% ao mês, e for aprovado, ele comprometerá os R$ 360 do benefício por cerca de 24 meses, sem incluir outros encargos cobrados pelo banco. O empréstimo consignado sairá por R$ 8.396,88 com parcelas de R$ 349,87.

Portanto, antes de aceitar a proposta de um banco, o aposentado precisa colocar no papel se realmente precisa do empréstimo consignado naquele momento e observar a sua renda mensal para não fazer uma dívida muito grande e se complicar no futuro.

Empréstimo online: solicite sem sair de casa
bxblue: empréstimo consignado (aposentados – INSS, SIAPE e Forças Armadas) de R$ 1 mil a R$ 200 mil.
Empréstimo online: compare em diferentes bancos.
Finanzero: compare empréstimos em diferentes bancos. Taxas a partir de 2,97% ao mês.

3. Quantos empréstimos consignados o aposentado pode fazer ao mesmo tempo?

O aposentado consegue contratar até 9 empréstimos consignados em seu nome, desde que as parcelas de todos eles, somadas, não ultrapasse os 35% do salário (5% corresponde ao limite de um cartão de crédito consignado). O que acontece com certa frequência é a contratação de diversos consignados com parcelas menores que acabam comprometendo a renda de quem recebe do INSS, fazendo dívidas ainda mais caras que acabam sujando o nome do titular e responsável da conta e do benefício.

4. Qual é a taxa de juros do crédito consignado?

Os bancos e financeiras não podem cobrar taxas de juros maiores que 1,8% sobre as parcelas do empréstimo consignado para aposentado, como determina o CNPS (Conselho Nacional de Previdência Social). Se o aposentado receber uma proposta de empréstimo com taxas maiores que 1,8% ao mês, ele não deve fechar negócio com o banco ou financeira.

5. Há uma idade limite para solicitar o empréstimo consignado?

Não há uma lei que determine um limite de idade para o aposentado solicitar um empréstimo consignado, mas os bancos podem diminuir a oferta, dependendo da idade do cliente. Beneficiários com até 80 anos de idade tendem a conseguir uma quantia maior e um tempo de pagamento por mais meses, enquanto a tendência para aposentados com idade acima dessa faixa etária é ter um valor pré-aprovado menor e pra ser quitado a curto e médio prazo.

Veja também!



Solicite seu empréstimo

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL