Onde fazer um empréstimo sem comprovação de renda

O Banco BMG e o IBI são algumas das empresas menos exigentes em relação à comprovação de renda para solicitar empréstimos. Saiba mais!

Na prática, todos os bancos e financeiras pedem comprovante de renda na solicitação de créditos e financiamentos. O que muda é que algumas empresas são mais flexíveis e podem liberar o empréstimo mais facilmente para quem tem dificuldades em apresentar o documento, seja por qual motivo for. Além disso, também é possível contratar o crédito sem ter seu nome consultado em órgãos como SPC e Serasa, o que permite que você consiga o dinheiro mesmo estando negativado.

Veja abaixo 4 empresas onde a contratação de empréstimo é facilitada. Não deixe de comparar as tarifas e o atendimento das financeiras, que também deve ser considerado antes de fechar o negócio.

4 financeiras para pegar empréstimo

1. Empréstimo no BMG

Tipo de empréstimo: crédito pessoal para funcionários públicos, aposentados e pensionistas. Na prática, isso significa que eles só emprestam para quem tem renda comprovada, já que todas essas pessoas recebem uma quantia fixa por mês e têm como comprovar renda.

Documentos: RG e CPF original, comprovante de residência, os dois últimos comprovantes de rendimento e os dois últimos extratos originais do crédito do salário.

Avaliação no Reclame Aqui: o Banco BMG é considerado “Bom” no Reclame Aqui, com nota 7,1 e 96,3% das reclamações respondidas. O índice de solução é de 78,1%, e a nota do consumidor é 6,32.

Outras observações: é possível conseguir o empréstimo mesmo sem margem consignável e sem consulta no SPC e Serasa. O crédito pode ser pago em até 12 meses e está disponível nas lojas Help! Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre o empréstimo pessoal do BMG.

2. Empréstimo na Losango

Tipo de empréstimo: crédito pessoal e consignado.

Documentos: para fazer a simulação, você precisa de RG e CPF originais. Já a contratação do empréstimo exige um comprovante de renda e um de residência.

Avaliação no Reclame Aqui: a Losango é considerada “Boa” no Reclame Aqui, com nota 7,2 e 99,9% das reclamações respondidas. O índice de solução é de 77,1%, e a nota do consumidor é 6,2.

Outras observações: o crédito pode ser pago em até 36 vezes iguais no cheque ou em até 18 vezes no boleto bancário. Você também pode fazer uma simulação no site da empresa e fazer a contratação online.

Empréstimo online: compare em diferentes bancos
Acesse nosso comparador de empréstimos e receba ofertas de várias financeiras.

3. Empréstimo na Crefisa

Tipo de empréstimo: crédito pessoal para funcionários públicos, aposentados, pensionistas e assalariados. Na prática, isso significa que eles só emprestam para quem tem renda comprovada, já que todas essas pessoas recebem uma quantia fixa por mês e têm como comprovar renda.

Documentos: RG e CPF original, comprovante de residência, os dois últimos comprovantes de rendimento originais e os dois últimos extratos bancários originais, com crédito do último salário.

Avaliação no Reclame Aqui: a Crefisa é considerada “Boa” no Reclame Aqui, com nota 7,1 e 100% das reclamações respondidas. O índice de solução é de 73,4%, e a nota do consumidor é 6,31.

Outras observações: é possível contratar empréstimo mesmo estando negativado e o prazo para pagamento é de até 12 meses. Além disso, a contratação pode ser feita 100% pela internet, pelo site da empresa.

4. Empréstimo no Ibi

Tipo de empréstimo: crédito pessoal ou consignado INSS.

Documentos: você precisa de RG, CPF, comprovante de renda e de residência.

Avaliação no Reclame Aqui: o Ibi é considerado “Bom” no Reclame Aqui, com nota 7,8 e 92,3% das reclamações respondidas. O índice de solução é de 85,4%, e a nota do consumidor é 7,1.

Outras observações: você também pode fazer a contratação do empréstimo 100% pela internet. O prazo para pagamento é de até 24 vezes, com 45 dias para pagar a primeira parcela.

Como funciona a análise de crédito?

Para conseguir pegar um empréstimo pessoal, é fundamental apresentar alguns documentos, como RG, CPF e comprovante de residência. Além desses, os bancos e financeiras também pedem uma comprovação de renda, a fim de ter uma ideia se o contratante realmente terá condições para pagar a dívida que está contraindo.

No entanto, nem todos podem comprovar a renda. Às vezes, um trabalhador autônomo, por exemplo, não tem holerites – afinal, ele não é assalariado – ou recibos de vendas ou prestação de serviço, o que acaba dificultando a situação. Por isso, as financeiras menores trabalham com a liberação do empréstimo pessoal de forma mais flexível.

Dica!

Evite assinar qualquer tipo de documento enquanto estiver simulando valores de empréstimo, afinal, você não está fazendo a contratação. Pode acontecer de os atendentes insistirem no termo de adesão e queiram pegar o seu documento pessoal para digitalizar, mas saiba que você não precisa assinar nada. Apesar dessa insistência, não se sinta constrangido em ir embora da loja. Este é um direito seu.

A facilidade de contratar um empréstimo pessoal nessas empresas tem um preço, que são as altas taxas de juros. Por esse motivo, é preciso ter cuidado ao procurar crédito pessoal nas financeiras, afinal, o endividamento pode ser ainda maior.

Que tal conhecer mais alternativas para levantar a grana que você precisa? Confira como conseguir dinheiro para uma emergência sem fazer um empréstimo.

Compare e contrate o empréstimo online

Uma alternativa para facilitar na sua pesquisa é utilizar os serviços online de comparação de empréstimo pessoal. Nele você recebe propostas - sem compromisso - de diversos bancos e financeiras.

Veja também!





Solicite seu empréstimo

Leandro Oliveira: formado em Jornalismo pela Universidade Santo Amaro. Trabalha com produção de conteúdo há 2 anos, diretamente com pautas sobre finanças pessoais e produtos financeiros. Iniciou sua carreira como estagiário em produção de conteúdo na Konkero e, hoje, ocupa a função de Assistente na criação e atualização de pautas e matérias.

Julia Braz de Teves: jornalista formada em 2019 pela Universidade Nove de Julho. Já atuou na área de assessoria de imprensa, e já trabalhou como auxiliar administrativa-financeira, passando, inclusive, pelo departamento pessoal.

Guilherme Prado: graduado e mestre em administração de empresas pela EAESP-FGV. Empreendedor há 21 anos, escreve sobre finanças pessoais há 8 anos.


Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL