Quando pegar um empréstimo pessoal

Descubra qual é o momento ideal para recorrer a um empréstimo pessoal e consiga crédito facilitado sem dor de cabeça!

O empréstimo pessoal é uma das linhas de crédito mais utilizadas no mercado. E tanta procura tem motivo: a liberação do dinheiro costuma ser fácil. Normalmente, ao pedir o empréstimo pessoal, o banco ou financeira fazem uma análise de crédito e, se for aprovado, o dinheiro é liberado na conta do cliente com facilidade. É um crédito que tem desvantagens, como a alta taxa de juros, mas pode ser uma saída em alguns casos.

Como no dia a dia estamos expostos a alguns imprevistos e situações de emergência, conseguir uma grana extra para consertar o carro ou passar por um atendimento médico, por exemplo, pelo empréstimo pessoal é mais fácil, mas essa decisão deve ser avaliada e calculada de acordo com o seu orçamento.

Confira três situações em que o empréstimo pessoal consegue ajudá-lo!

Quando pedir um crédito pessoal

1. Para quitar uma dívida no cheque especial

Isso só acontece quando você compara o cheque especial do banco onde tem conta com o empréstimo pessoal desse mesmo banco. Então, se você entrou no cheque especial e quer quitar a dívida, vá ao seu banco e negocie um empréstimo pessoal. Na dúvida, compare o Custo Efetivo Total (CET) deles e confirme se o empréstimo pessoal está com essa taxa menor. Clique aqui e confira como fazer isso.

Os juros do cheque especial aumentam de acordo com a quantidade de dias em que a conta corrente ficou negativa. Por mais que o limite pareça uma boa opção para aumentar o orçamento, trata-se de uma linha de crédito com juros mais altos que o banco libera para o correntista. Por isso, fique atento ao utilizar o limite do cheque especial. Entenda o que acontece se você não pagar esse valor ao banco.

2. Quando aparece uma emergência cara

Se alguém da sua família precisa de um tratamento médico e você sabe que não terá como quitar essa dívida no próximo mês, prefira fazer um empréstimo pessoal no seu banco em vez de usar o limite do cheque especial. Dessa forma, você paga o custo da emergência à vista e fica com as parcelas mensais para quitar a dívida.

Atendimentos médicos costumam ser mais caros, principalmente consultas de urgência e emergência. Por isso, nesses casos, o empréstimo pessoal deve ser levado em conta. Caso você consiga o valor total para pagar o atendimento médico, negocie com o setor responsável do hospital ou da clínica algum desconto pelo pagamento ser feito à vista.

3. Fazer uma reforma ou conserto

Nem sempre é possível guardar dinheiro para reparar infiltrações, rachaduras e outras reformas que um imóvel possa precisar de forma imediata. O empréstimo pessoal pode aliviar um pouco o orçamento, mas, dependendo do valor da obra, outros tipos de crédito serão melhores para fazer a reforma, como o refinanciamento de imóvel.

Revisões e manutenções mecânicas no veículo são fundamentais e precisam ser periódicas. Caso precise levar o carro ao conserto e o preço dos serviços fique mais caro, o crédito pessoal e o empréstimo com garantia de veículo são duas opções, sendo que esse último terá juros mensais mais baratos.

Empréstimo online: compare em diferentes bancos
Acesse nosso comparador de empréstimos e receba ofertas de várias financeiras.

Veja também!



Solicite seu empréstimo

Siga-nos nas redes sociais

Copyright © 2020 Konkero. Todos os direitos reservados.

Regras de uso do site Política de privacidade
Google Safe Secured SSL